Brasileiro precisa de visto para o Canadá?

Informações importantes que vão ajudar você a esclarecer dúvidas sobre o visto para o Canadá

Se você já está se preparando para a próxima viagem, mas não faz ideia de como tirar visto para o Canadá esse é o momento para descobrir.

A seguir estão reunidas as principais informações sobre o tema para ajudar você a passar por essa etapa sem muitas complicações.

Brasileiros precisam de visto para o Canadá?

Para essa pergunta, a resposta é sim. Brasileiros precisam sim de visto para o Canadá, seja qual for o objetivo da viagem ou tempo de estadia no país.

Contudo, há algumas situações em que o estrangeiro pode solicitar apenas o Electronic Travel Authorization (eTA), em português Autorização de Viagem Eletrónica (AVE), uma espécie de autorização no lugar do visto. 

As hipóteses em que a eTA substitui a necessidade do documento são:

  • Durante a viagem internacional em que há uma escala no Canadá e o brasileiro precise transitar pelo aeroporto;
  • Caso o cidadão brasileiro tenha obtido um visto canadense nos últimos 10 anos;
  • Ou caso o cidadão brasileiro tenha um visto válido de não imigrante dos Estados Unidos da América.

Após a aprovação eTA, que costuma acontecer em poucos minutos após o requerimento, o brasileiro poderá viajar ao Canadá de forma ilimitada para o país durante 5 anos – desde que o tempo de estadia de cada uma delas não seja superior a 6 meses.

Além disso, não há restrição em relação aos objetivos da viagem, é possível usar o eTA para estudar, visitar, fazer negócios ou transitar por um aeroporto canadense.

Para solicitar o seu eTA, acesse o site oficial do governo canadense em canada.ca e acesse a página só sobre essa autorização, dentro da categoria "Imigração e Cidadania".

Quais os tipos de visto para o Canadá mais comuns?

Agora que você já sabe que será preciso lidar com solicitação de visto antes de embarcar para o país, entenda um pouco mais sobre os principais vistos emitidos para viajantes.

V1 - Visto de turista

O visto mais procurado por cidadãos brasileiros é o de turista, destinado a pessoas que pretendem visitar o Canadá a passeio.

Isso vale para pessoas não tem a pretensão de passar muito tempo no país, e também àquelas que vão realizar cursos não-acadêmicos com duração máxima de 24 semanas.

B1 - Visto de negócios

Se a ideia é visitar o Canadá para fazer negócios, desde que não envolvam procurar emprego no país, o visto indicado é o B1.

Após a emissão desse visto, o brasileiro tem autorização para visitar empresas, participar de eventos ou conferências, e até atuar como representante de vendas até o seu vencimento.

No momento da solicitação do visto B1, o solicitante terá que apresentar um comprovante para atestar que realmente possui negócios ou é cliente de empresas canadenses.

VH1 - Visto de trânsito

No trajeto da viagem internacional há uma longa escala no Canadá, que exige a necessidade de sair do aeroporto para se hospedar por uma ou duas noites no país? Nesse caso, é preciso ter o visto VH1 previamente emitido.

Esse visto permite que o viajante permaneça no Canadá e transite sem problemas pelo período de até 48 horas.

Quanto custa o visto para o Canadá?

O preço para emissão do visto para o Canadá é uma dúvida comum de turistas brasileiros que pretendem embarcar em uma viagem para o país. Afinal, é preciso incluir esses gastos no orçamento da viagem para que tudo saia conforme o planejado. 

Para facilitar, a seguir estão reunidos os custos, em dólares canadenses, de acordo com atualização de 2019. 

Tipo de visto Custo de emissão
Electronic Travel Authorization (eTA) C$ 7
Visto de visitantes C$ 100
Visto de visitante família (5 ou mais membros) C$ 500

Além disso, se você está se planejando para tirar o seu visto de visitante, pode haver a necessidade de arcar também com custos adicionais como taxas de serviço, cadastramento de biometria, entre outros. 

Portanto, é melhor se prevenir para evitar surpresas no meio do caminho.

Quais os documentos necessários para solicitar visto para o Canadá?

Tudo certo até aqui? Então, é hora de reunir todos os documentos necessários para dar entrada na solicitação do visto. São eles:

  • Cópia do RG;
  • Fotos recentes 3X5;
  • Cópia dos três últimos comprovantes de renda (holerites ou pró-labores);
  • Extrato do banco;
  • Carta de aceitação da instituição de ensino (no caso do visto para estudantes);
  • Carta da empresa (no caso do visto para trabalho);
  • Cópia do passaporte e dos carimbos.

Além dos documentos, será necessário preencher um formulário com algumas informações sobre os seus objetivos no país. Cada tipo de visto possui o seu próprio formulário com perguntas específicas, basta respondê-las com o máximo de informações possível.

Vale lembrar que se o consulado achar necessário, poderá exigir outros documentos que não estão nessa lista.

Informações úteis que você precisa saber antes de visitar o Canadá

Se você nunca foi ao Canadá e não quer correr o risco de passar por imprevistos, aqui estão algumas dicas úteis que podem ajudar:

  • O francês e o inglês são os dois idiomas falados no país. Há cidades em que o francês é ainda mais falado do que o inglês. Por exemplo, em Quebec, o francês é o idioma oficial e em Montreal também (apesar de, essa última, ser uma cidade bilíngue).
  • Em boa parte do Canadá, as estações do ano são bem marcadas. Ou seja, no inverno o frio é rigoroso e no verão o sol é de rachar. Prepare-se com roupas adequadas de acordo com a data da sua viagem.
  • Você sabia que é possível reservar perfumes, bebidas, eletrônicos e vários outros produtos pelo site Duty Free Dufry e retirar na loja física, dentro do aeroporto, na ida ou na volta do Canadá? Sim!

Dessa forma você pode levar os seus produtos preferidos para aproveitar durante a viagem, pagando carga tributária reduzida, ou trazê-los para casa sem pagar por peso extra na bagagem ou correr risco de quebrar garrafas de vodka, whisky e outras dentro da mala despachada.

Tirou todas as dúvidas sobre visto para o Canadá? Com os documentos todos certos, é só preparar as malas e embarcar em uma aventura inesquecível no país. Boa viagem!

Publicado em: 05-03-2020